fbpx

Dicas para melhorar sua qualidade de vida

Qualidade de Vida

1. Pratique exercícios regularmente

Maus hábitos e sedentarismo não ajuda ninguém a ter uma vida mais saudável. Muito pelo contrário! O corpo humano foi feito para estar em movimento, se exercitar regularmente e adquirir vitamina D através do sol da manhã. Se for preciso ficar sentado o dia todo, a cada 55 minutos pelo menos faça um alongamento ou rápidos exercícios por 5 minutos.

Através da rotina da repetição você pode adquirir bons e novos hábitos como caminhar, nadar, dançar, lutar, fazer musculação ou pedalar uma bicicleta por pelo menos uns 30 minutos. Tenha como meta aumentar a quantidade e a qualidade da prática do exercício de forma progressiva. O corpo se acostuma a tudo o que fazemos. É assim que os hábitos são criados.

2. Mantenha-se sempre hidratado

Nosso corpo é formado por quase 70% de água. Logo, mantê-lo hidratado é uma necessidade. Não está com sede? Beba água assim mesmo! Entre as bebidas, dê preferência a água, sucos ou chás. Evite a todo custo beber refrigerantes. E quanto de água devemos beber? Dizem que o ideal seria 35 ml multiplicado pelo peso corporal.

Por exemplo: uma pessoa de 45 kg deve tomar 1,5 litros de água por dia (o equivalente a 7 ou 8 copos) e uma pessoa de 80 kg deve tomar 2,8 litros de água por dia (aproximadamente 14 copos). Mas não beba tudo de uma vez: ingere aos poucos. A dica para lembrar de beber água é criar em seu celular vários alarmes ao longo do dia. Assim você garante o bom funcionamento dos seus rins.

3. A boa alimentação é essencial

Todo mundo sabe que é importante se alimentar bem, de forma equilibrada e saudável. A qualidade de vida está intimamente ligada aos alimentos que o corpo absorve todos os nutrientes, sais minerais e vitaminas que ingerimos, necessários para o bom funcionamento do organismo. Substituindo os alimentos gordurosos, ultra processados e carboidratos por outros mais leves como legumes, fibras e carne branca, por exemplo, sua dieta ficará mais equilibrada e saudável. Dizem que uma alimentação colorida é sinônimo de saúde.

Procure variar as cores dos alimentos que você põe à mesa. A comida mais saudável é aquela que você descasca (natural), ao invés de desembrulhar ou abrir pacotes (industrializado). Uma dica é comer apenas o suficiente para ganhar a energia necessária para usar no dia-a-dia. Repetir o prato ou ficar beliscando comida ao longo do dia irá fazer o corpo preservar a gordura armazenada no corpo. O ideal é queimá-la. E nesse ponto, os exercícios são bons aliados.

4. O sono é um componente fundamental

Vida mais feliz, saudável, descansado, melhora do metabolismo, mais disposição, prevenção de doenças crônicas, liberação de secreção de hormônios, consolidação da memória, é bom para a pele e o fortalecimento do sistema imunológico. Tudo isso você obtém com a qualidade do sono. Segundo especialistas, dormir pouco também pode aumentar o risco de osteoporose e de fraturas. O motivo seria que, sem o sono adequado, o esqueleto humano acaba não se renovando.

Para dormir melhor, tente acalmar a mente ao deitar, foque no corpo ou nos movimentos da respiração e se desligue de aparelhos eletrônicos. Ficar de olho no celular com tela muito clara dificulta o início do sono. Evite gorduras e carboidratos simples à noite, eles alteram o sono e quanto mais tarde forem ingeridos, maior tende a ser a interferência no padrão do sono. Aromas como lavanda produzem comprovadamente relaxamento na hora de dormir. Procure deixar o quarto todo escuro e sem ruído. Diminua a luminosidade da casa 1h antes de dormir. Crie uma rotina com horário certo para dormir.

5. Controle o estresse e ansiedade

O aspecto psicológico é tão importante quanto o físico, se você quiser a sensação de felicidade plena. A mente também deve fazer parte de seus cuidados com a saúde. Para conseguir os efeitos certos, é essencial ficar atento ao estresse e à ansiedade. Eles são transtornos que afetam muita gente, mas que podem ser manejados. Ter um hobby ajuda muito a controlar o estresse e a ansiedade.

Fotografia, música, jardinagem, gastronomia, automobilismo, meditação, esportes ou artesanato são apenas algumas opções. Ao focar nessas atividades, você se sentirá mais feliz e até poderá explorar novas habilidades. Se quiser ir mais fundo, peça apoio a um psicólogo ou terapeuta. Ele é o profissional que estudou para ajudá-lo e que poderá, enfim, fazer um diagnóstico e recomendar os melhores tratamentos.

6. Faça consultas médicas regulares

Todos esses cuidados com a saúde são muito importantes e bem-vindos. Graças a eles, você garantirá uma vida mais feliz e com ótima qualidade. Ao mesmo tempo, é preciso recorrer a especialistas. Com a ajuda médica, você tem a certeza de que tudo está sempre em dia e aproveita as recomendações necessárias. Além de visitar os especialistas, é preciso fazer os exames solicitados. Assim, dá para ter a certeza de que tudo está certinho e que seu bem-estar vai de vento em popa.

Muita gente não dá bola, mas o histórico médico é um dos elementos fundamentais para os cuidados com a saúde. Ele traz toda a cronologia de exames, consultas, tratamentos e recomendações. Assim, dá para acompanhar a evolução da sua saúde e garantir a máxima personalização. Ao adotar os devidos cuidados com a saúde, você terá uma rotina muito mais feliz e uma qualidade de vida altíssima! Ao longo dos dias, vai conseguir notar mudanças positivas e que tornam sua realidade bem melhor.

7. Previna-se

Sabe aquela história de que prevenir é melhor que remediar? Pois saiba que é totalmente verdadeira! Ao colocar em prática os cuidados com a saúde, é possível ter muito mais disposição e bem-estar para curtir cada dia. Ninguém conhece seu corpo melhor do que você mesmo. Talvez um pequeno sintoma ou incômodo signifique que precisa cuidar mais de alguma área da sua saúde. Então, é importantíssimo não ignorar os sinais. Nunca se automedique e não ignore nenhum sinal.

Outro ponto importante da prevenção tem a ver com a forma como se sente. Já que ninguém está sob sua pele, o ideal é respeitar seus próprios limites. Se estiver cansado e preferir dormir a ir a uma festa, garanta que seu corpo possa descansar. Isso evita qualquer consequência de um quadro de cansaço, por exemplo. Acima de tudo, é importante entender que não há receitas mágicas quando se fala em cuidados com a saúde. É preciso criar bons hábitos e se manter atento às necessidades do organismo.

8. Evite hábitos nocivos

Mesmo sem perceber, muita gente deixa os cuidados com a saúde de lado e tem hábitos que não são bons para o organismo. Percebê-los e preveni-los é importante para ser mais feliz e ter qualidade de vida. Para potencializar os efeitos dos cuidados com a alimentação e com as atividades físicas, é interessante eliminar alguns hábitos e vícios da sua vida. O tabagismo, por exemplo, não vai ajudar a conquistar condicionamento físico. Então, que tal deixar o cigarro de lado e trocá-lo por uma atividade prazerosa?

O mesmo vale para o consumo de álcool. Beber demais prejudica seus esforços de hidratação e de cuidado com a alimentação. Isso não significa que você não pode confraternizar com um drinque, de vez em quando. O importante é eliminar os excessos e abrir espaço para outras atitudes de bem-estar! Cuide da sua postura. Como se senta no trabalho ou no sofá de casa? Provavelmente, sua postura não é das melhores. Apesar de parecer mais confortável, também pode ser a causa de um incômodo aqui e outro ali nas costas. A boa notícia é que dá para lidar com a questão!

Você pode gostar...